Última hora
This content is not available in your region

UE tem novo método para o alargamento

euronews_icons_loading
UE tem novo método para o alargamento
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia diz que o processo ficou mais credível, os críticos dizem que aumentam as barreiras para a entrada de novos países na União Europeia.

O executivo europeu apresentou, quarta-feira, a nova metodologia para avaliar se os países estão prontos, depois do Presidente de França ter vetado, em outubro, a abertura de negociações com países da região dos Balcãs Ocidentais.

"Acho que é possível abrir negociações, estamos a trabalhar nesse sentido. Temos muito trabalho pela frente, mas este é um passo importante para relançar o processo. Gostaria de convencer toda a gente de que este processo é positivo e que a Europa precisa dele, algo que temos de fazer juntos", referiu Olivér Várhelyi, comissário europeu para o Alargamento.

O novo método de alargamento consiste em negociar 35 "capítulos" jurídicos e políticos e o processo pode levar entre cinco e dez anos.

O novo enfoque está no cumprimento das regras do Estado de direito e na robustez das instituições democráticas. Se os candidatos retrocederem nas reformas, o processo poderá ser cancelado.

O governo da Macedónia do Norte saudou a nova metodologia. Os outros candidatos da região dos Balcãs Ocidentais são Sérvia, Albânia, Montenegro, Kosovo e Bósnia-Herzegovina. O processo com a Turquia está congelado.