Última hora
This content is not available in your region

Companheira de Pavlenski detida por "invasão de privacidade"

euronews_icons_loading
Companheira de Pavlenski detida por "invasão de privacidade"
Direitos de autor  AP Photo/Christophe Ena
Tamanho do texto Aa Aa

A companheira do ativista russo Piotrs Pavlenski, Alexandra de Taddeo, foi detida no caso Benjamin Griveaux. A polícia pretende investigar as ligações relacionadas com a divulgação de um vídeo comprometedor que abalou a reputação do candidato de Emmanuel Macron à Câmara Municipal de Paris e o levou a retirar a candidatura.

O casal está sob custódia policial por "invasão de privacidade".

Estes factos, como o facto de divulgar determinados vídeos sem o consentimento do autor, são sujeitos a sanções penais no nosso país. O artigo 226-2-1 do Código Penal prevê uma multa substancial de dois anos de prisão - e estas ofensas devem ter seguimento.
Christophe Castaner
Ministro do interior de França

O artista russo afirmou ter postado o vídeo sexual na internet para denunciar a "hipocrisia" de Benjamin Griveaux.

Não me interessa quem é Griveaux . É uma questão de princípio. Acho inaceitável que as pessoas cheguem ao poder com intenções dúbias em relação a suas carreiras e preparadas para usar as famílias e os filhos de forma dúbia.
Piotr Pavlenski
Ativista russo

Griveaux desistiu poucas semanas antes das eleições e disse ter sido vítima de golpes, desde o início da campanha eleitoral. Pavlenski refugiado político em França desde 2017 e a companheira estão sob custódia policial por "invasão de privacidade".