Última hora
This content is not available in your region

O primeiro dia de confinamento obrigatório do Reino Unido

euronews_icons_loading
O primeiro dia de confinamento obrigatório do Reino Unido
Direitos de autor  Matt Dunham/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

As ruas de Londres tinham muito menos pessoas do que é habitual esta terça-feira, depois de o primeiro-ministro britânico ter imposto o confinamento obrigatório, mas, nas redes sociais, houve quem publicasse fotos de carruagens de metro cheias de gente.

"Nos tempos livres acho que não vamos fazer nada. Vou trabalhar de casa a maior parte dos dias", diz um cidadão.

"Acho que já sabíamos o que ia acontecer. E sinto-me um pouco aliviada que não tenhamos que estar sempre fechados, que as pessoas ainda possam sair das suas casas. Parece-me uma decisão sensata fechar os pubs e os restaurantes, para que as pessoas não se possam juntar", realça uma mulher.

Quem pode sair de casa são os trabalhadores considerados essenciais. A lista do Governo britânico é abrangente e inclui quem trabalha, por exemplo, na construção civil.

O céu de Londres também está mais tranquilo do que é habitual, já que a maior parte dos aviões ficou em terra.

O exército britânico vai entregar máscaras e outros materiais aos hospitais e aos profissionais de saúde que estão na linha da frente do combate ao novo coronavírus, no Reino Unido.