Última hora
This content is not available in your region

Casos de covid-19 quadruplicam em Cabo Verde e são já 56

Access to the comments Comentários
De  Euronews com LUSA
An aerial view shows fisher boats at the harbour in Sal Rei at Boa Vista island, Cape Verde, on January 06, 2020. (Photo by INA FASSBENDER / AFP)
An aerial view shows fisher boats at the harbour in Sal Rei at Boa Vista island, Cape Verde, on January 06, 2020. (Photo by INA FASSBENDER / AFP)   -   Direitos de autor  INA FASSBENDER/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Os casos de covid-19 em Cabo Verde dispararam de 11 para 56 nas últimas 24 horas, com o anúncio das autoridades de saúde cabo-verdianas de que 45 funcionários de um hotel na ilha da Boa Vista tiveram resultado positivo no teste de diagnóstico.

Em comunicado, o Governo de Cabo Verde, através do Ministério da Saúde e da Segurança Social, informou que o Laboratório de Virologia do Instituto Nacional de Saúde Pública realizou um total de 196 testes, tendo 45 dado positivo - quatro vezes mais do que os 11 casos positivos diagnosticados até hoje. Dos restantes, 147 tiveram resultado negativo e quatro estão pendentes.

A mesma fonte adiantou que todas as pessoas que tiveram diagnóstico positivo estão a fazer isolamento e serão acompanhadas pela equipa médica local, que será reforçada.

"Nenhum dos doentes covid-19 diagnosticados inspira, de momento, qualquer cuidado especial", prosseguiu a nota governamental, garantindo que estão a ser identificados os contactos desses novos doentes para vigilância ativa e despistagem da doença.

Todas as medidas continuarão a serem tomadas para evitar a propagação da doença na ilha", concluiu o Ministério da Saúde e da Segurança Social, que voltou a apelar reforço das medidas de prevenção por parte da população.

O país cumpre hoje 18 dias, de 20 previstos, de estado de emergência para conter a pandemia provocada pelo novo coronavírus, com a população obrigada ao dever geral de recolhimento, com limitações aos movimentos, empresas não essenciais fechadas e todas as ligações interilhas e para o exterior suspensas.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, anunciou, entretanto, que vai comunicar ao país, na quinta-feira, a decisão sobre a prorrogação ou não do estado de emergência.