Última hora
This content is not available in your region

Quase 40% das mortes em Portugal por Covid-19 aconteceram em lares

euronews_icons_loading
Quase 40% das mortes em Portugal por Covid-19 aconteceram em lares
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Em Portugal já morreram 820 pessoas por causa da Covid-19. Segundo os dados revelados esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde, em 24 horas foram registadas 35 mortes e 371 novos casos.

No total, há 22.353 casos de infeção confirmados em Portugal.

Na habitual conferência de imprensa sobre a pandemia em Portugal, a diretora-geral da Saúde referiu que “o planalto apresenta uma tendência decrescente, mas ainda é cedo para conclusões.

Sobre as mortes em lares, que correspondem a quase metade dos óbitos por Covid-19 na Europa, Graça Freitas revelou que foram registadas 327 mortes, sublinhando que "viver num lar não é uma fatalidade e que a maior parte das pessoas que adoeceu em lares está recuperada".

Na próxima semana, responsáveis políticos, parceiros sociais e especialistas na área da saúde vão avaliar a situação do país. O Conselho de Ministros irá depois definir as orientações para o fim gradual do confinamento marcado para dia 2 de maio.

Esta quinta-feira, o presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública defendeu que o estado de emergência não deve ser levantado no início de maio se o cenário da epidemia continuar sem grandes alterações.

Para Ricardo Mexia, se a situação atual continuar, ainda não chegou o momento de levantar as restrições porque ainda não foi registado um verdadeiro decréscimo do número de casos.