Última hora
This content is not available in your region

Europa alivia restrições contra a Covid-19

euronews_icons_loading
Virus Outbreak Portugal
Virus Outbreak Portugal   -   Direitos de autor  Armando Franca/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que o número de casos de coronavírus ultrapassa o milhão e meio na União Europeia, muitos países começaram a aliviar restrições

Em Itália, mais de 4 milhões de pessoas regressaram aos empregos e muitos voltaram aos parques e espaços públicos para fazer exercício.

Os italianos têm que usar máscaras nos transportes públicos e podem deixar a região por motivos de saúde, trabalho ou regressar a casa. Os restaurantes estão em modo take-away e até 15 pessoas podem assistir aos funerais.

Na Alemanha, centenas de milhares de crianças e jovens regressaram às escolas depois de semanas de ensino à distância. Mas vão ter que respeitar as regras de distanciamento social e de higiene.

Exames também tiveram lugar em pelo menos 1000 locais na Hungria, com mais de 70 mil estudantes a serem submetidos a testes de língua e literatura.

As lojas pequenas em Espanha, incluindo os cabeleireiros, reabriram, os bares e restaurantes estão autorizados a fornecer refeições para levar.

Mas a ruas permanecem desertas e a polícia distribuiu máscaras, obrigatórias para quem utilizar os transportes públicos.

Em Portugal, onde também o pequeno comércio reabriu, os surfistas caíram na água para apanhar umas ondas já com o país também a aliviar as restrições e o confinamento.

As praias vão permanecer encerradas mas os desportos aquáticos são permitidos desde que sejam cumpridas as regras de distanciamento social.

Esta segunda-feira, as autoridades anunciaram mais 20 mortos e 242 contágios no país.