Última hora
This content is not available in your region

Basebol anuncia regresso em julho apesar da pandemia

Liga profissional de basebol dos EUA vai passar a ter um batedor designado
Liga profissional de basebol dos EUA vai passar a ter um batedor designado   -   Direitos de autor  AP Photo/Julio Cortez, Arquivo
Tamanho do texto Aa Aa

O basebol vai voltar ao ativo nos Estados Unidos no final de julho, cerca de quatro meses após a data prevista antes de a pandemia ter bloqueado grande parte do planeta.

Apesar do forte impacto da Covid-19 no país, o mais atingido do mundo, onde continuam a registar-se mais de 20 mil infeções diárias e as mortes associadas ao novo coronavírus já ultrapassam as 120 mil, o sindicato dos jogadores e os proprietários das equipas chegaram a acordo para o início da nova época.

As duas partes conseguiram ultrapassar as divergências, sobretudo financeiras e sanitárias, e elaboraram um manual de operações, incluindo a adaptação de algumas regras para proteger de um eventual contágio os jogadores, treinadores e outros profissionais envolvidos nos jogos.

Devido ao atraso de quatro meses, uma das alterações no calendário da temporada foi a redução dos tradicionais 160 jogos anuais para cerca de 60, a realizar num período estimado de 66 dias, numa tentativa de reduzir as viagens e a mitigar o perigo de contágio.

Proibido cuspir!

Os profissionais envolvidos na competição vão realizar testes regularmente, a começar já no primeiro dia de julho, dia estabelecido para os jogadores se apresentarem para o início da pré-temporada.

Os jogos, que deverão começar a 23 ou 24 de julho, vão decorrer em estádios à porta fechada, perante câmaras de televisão e algumas das regras do jogo ajustadas à defesa contra o novo coronavírus incluem um batedor ("hitter") designado para proteger os lançadores ("pitchers") e uma lista especial para jogadores impossibilitados de atuar devido à Covid-19.

Se um jogador estiver na lista Covid-19 apenas pode voltar ao ativo após dois testes negativos com um intervalo de 24 horas, estar pelo menos 72 horas sem registo de febre e ser liberado por uma comissão especial de saúde criada para o efeito.

Cuspir passa a estar proibido e os jogadores também no vão poder lamber os dedos, uma prática que alguns "pitchers" utilizam antes de lançar um bola.

O contato físico entre jogadores além do habitual durante a competição também é interdito e o confronto agressivo será punido.

A uma semana do arranque da pré-época, pelo menos quatro dezenas de profissionais da MLB, entre jogadores e elementos das equipas técnicas, foram já diagnosticados com Covid-19. Se a situação sanitária na Liga Profissional de Basebol se agravar, todos os jogos poderão ser anulados.