Última hora
This content is not available in your region

Espanha recorre às forças armadas na luta contra a Covid-19

euronews_icons_loading
Espanha recorre às forças armadas na luta contra a Covid-19
Direitos de autor  Señal institucional de la Moncloa
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do governo espanhol, Pedro Sánchez, anunciou o recurso às forças armadas a fim de ajudar as regiões a braços com um aumento de novos casos de Covid-19.

A falta de meios humanos nas regiões é apontada como uma das causas do forte aumento de casos da epidemia.

"Uma primeira proposta é o reforço dos meios materiais com dois mil rastreadores que as forças armadas colocam à disposição de todas as comunidades autónomas independentemente da cor política", disse o primeiro-ministro.

Na segunda-feira, Espanha ultrapassou a marca dos 400 mil casos confirmados de Covid-19.

A capital, Madrid, é a região mais afetada, seguida das províncias de Aragão e da Catalunha.

"Todas as comunidades autónomas têm à sua disposição a ferramenta jurídica associada ao estado de emergência podendo aplicá-la na totalidade ou em parte do seu território", sublinhou Sánchez.

O chefe do governo espanhol apelou ainda à utilização da aplicação RadarCovid a fim de facilitar o rastreamento dos casos.

Em Espanha, o balanço dos mortos por Covid-19 já ultrapassou as 28 800 vítimas.