Última hora
This content is not available in your region

França agrava restrições e Sardenha regista mais de mil contágios

euronews_icons_loading
França agrava restrições e Sardenha regista mais de mil contágios
Direitos de autor  AP/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

França reintroduz medidas mais restritivas para combater a Covid-19.

Em Marselha, por exemplo, os bares e restaurantes passam a encerrar às 23 horas e o uso de máscara nos espaços públicos passa a ser a obrigatório a partir da noite desta quarta-feira.

A região registou cerca de três mil (2.866) casos positivos de Covid-19 na última semana.

O presidente do departamento Bouches-du-Rhone, Christophe Mirmand, informa que "a situação é suficientemente alarmante para que medidas adicionais possam ser consideradas, como o encerramento durante a noite de bares, restaurantes ou lojas de comida em geral."

Na ilha italiana da Sardenha, os focos estão a aumentar. Em 24 horas, com mais de mil testes feitos num dia, registaram-se 91 casos positivos.

O aumento dos casos do novo coronavírus parece estar ligado a discotecas e festas privadas.

Na discoteca Billionaire por exemplo, 52 empregados testaram positivo na semana passada.

O número de infeções por Covid-19 está, também, a aumentar em Bratislava, a capital da Eslováquia.

As autoridades preparam-se para reintroduzir novas medidas restritivas com especial impacto em lares da terceira idade ou eventos de massas.

Um segundo caso de reinfecção foi confirmado em Roterdão, nos Países Baixos.

Um homem de 33 anos que regressava a Hong Kong, depois de uma viagem a Espanha, contraiu uma estirpe de Covid-19 diferente daquela que já tinha padecido.

A Organização Mundial de Saúde já afirmou que os casos de reinfeção pelo novo coronavírus não parecem ser comuns.