Última hora
This content is not available in your region

Nigerianos protestam contra violência policial

euronews_icons_loading
Nigerianos protestam contra violência policial
Direitos de autor  Sunday Alamba/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de dez mil pessoas fizeram ouvir a sua voz nas ruas de Lagos e a revolta não se fez sentir apenas na maior cidade da Nigéria, chegou mesmo ao futebol italiano. O nigeriano Victor Osimhen festejou o primeiro golo na Serie A ao serviço do Nápoles com uma mensagem de apoio ao movimento.

Os manifestantes exigem o fim da violência policial e nem o desmantelamento da polémica Unidade Especial Antirroubo calou a revolta.

Esta mulher refere que está presente na manifestação para protestar contra a morte da juventude nigeriana e sublinha que apenas quer uma Nigéria com justiça e paz, onde as crianças possam viver, ir à escola e trabalhar pacificamente.

Os protestos duram já há dez dias e provocaram pelo menos dez mortos e várias dezenas de feridos em confrontos com as forças de autoridade, de acordo com a Amnistia Internacional. Apesar do governo já ter anunciado uma reforma das forças policiais, os nigerianos dizem estar céticos.