Última hora
This content is not available in your region

Comissão Europeia ataca "vistos dourados" em Chipre e Malta

euronews_icons_loading
Comissão Europeia ataca "vistos dourados" em Chipre e Malta
Direitos de autor  Petros Karadjias/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia iniciou, terça-feira, procedimentos por infração contra os governos de Chipre e de Malta por causa do programa "vistos dourados" para atrair investidores e os Estados-membros têm dois meses para responder à notificação.

O governo do Chipre já anunciou que vai acabar com o programa depois de um escândalo sobre concessão de vistos a criminosos.

Portugal tem um esquema similar tendo o governo anunciado, este mês, que irá reduzir a sua aplicação a investimentos feitos no interior do país e nos arquipélagos.

Em comunicado de imprensa, o executivo europeu fez uma avaliação crítica destes programas: "A Comissão considera que a concessão da cidadania da União Europeia com base em pagamentos ou investimentos pré-determinados, sem qualquer ligação genuína com os Estados-membros em causa, mina a essência da cidadania da União Europeia".