Última hora
This content is not available in your region

Ministros chegam a acordo sobre reforma da PAC

euronews_icons_loading
Ministros chegam a acordo sobre reforma da PAC
Direitos de autor  Olivier Matthys/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Acordo ao fim de 42 horas de reunião. Os ministros da Agricultura da União Europeia subscreveram uma posição global para a reforma da Política Agrícola Comum (PAC).

A nova PAC vai regular o setor entre 2023 e 2027 e prevê um pacote de ajudas de 390 mil milhões de euros.

A principal mudança passa pelo estímulo à agricultura sustentável, no âmbito da estratégia global de combate às alterações climáticas. A ministra alemã da agricultura sublinha a atenção dada à arquitetura verde, com a introdução de medidas ambientais obrigatórias, por um lado, e um orçamento mínimo para a sustentabilidade, por outro. Julia Klöckner sublinha que "acaba a liberdade de decisão sobre esta matéria". Tos os estados-membros vão estar obrigados a cumprir estes mínimos, garante.

O texto do compromisso foi elaborado pela Alemanha, país que atualmente preside ao Conseho. Vai ainda ser negociado com o Parlamento Europeu e mais tarde com a Comissão.

"Uma proposta imperfeita, mas muito boa", na palavras do responsável espanhol, no final da maratona negocial.

O acordo contou com a oposição da Lituânia, que votou contra, e as abstencões da Letónia, Bulgária e Roménia.