Última hora
This content is not available in your region

Época de esqui em risco

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Época de esqui em risco
Direitos de autor  AP Photo/Giovanni Auletta
Tamanho do texto Aa Aa

As estâncias de esqui voltaram a fechar, na Áustria. O Governo federal adotou novas medidas de combate à pandemia da Covid-19, o que obrigou ao encerramento, ao público, das nove estâncias de esqui do país.

Até ao final de novembro, nas pistas e nos teleféricos das estâncias de Kaunertal e Pitztal, por exemplo, podem apenas circular os esquiadores profissionais como Christian Gut.

Este suíço está incluído num grupo de esquiadores que costuma frequentar Pitztal para o treino de outono. Durante o inverno costumam "competir em diferentes provas de Masters FIS".

Na província do Tirol, um cada quatro empregos e uma em cada duas camas de hotel ocupadas dependem do turismo.

Os especialistas afirmam que a época de Inverno pode estar em risco devido às fortes restrições impostas na Europa para combater a proliferação do novo coronavírus.

Foi com desagrado que as estâncias receberam as novas medidas dos Governos, depois de investirem milhões de euros na tentativa de tornar as pistas num local seguro.

A porta-voz da empresa de elevadores Pitztal Glacier, Anna Griesser, afirma que espera "que consigamos controlar novamente os números, tanto quanto possível, e que possamos oferecer a prática do esqui como antes. Acreditamos que usar uma máscara, manter uma distância entre os esquiadores e desinfetar as mãos ajudará. O novo coronavírus está lá e haverá sempre um vírus com o qual não se poderá conciliar, mas que se tornará normal porque o vírus não vai desaparecer".

As estâncias austríacas de esqui esperam retomar a atividade normal já a partir do dia 30 de novembro.