Última hora
This content is not available in your region

Católicos franceses em protesto "pelo direito à missa"

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro com Agências
euronews_icons_loading
Católicos franceses em protesto "pelo direito à missa"
Direitos de autor  SEBASTIEN SALOM-GOMIS/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Os católicos franceses saíram este fim de semana à rua. Exigem que as regras de confinamento por causa da Covid-19 não interfiram com a liberdade de culto.

As igrejas em França estão autorizadas a estar abertas, mas as cerimónias religiosas, à excepção dos funerais, estão proibidas. Mesmo os funerais estão limitados à presença de 30 pessoas.

Em várias cidade, os átrios das igrejas foram palco para o protesto. Em Bordéus, Emmanuel, um manifestante sintetizava as razões do protesto: "Estamos numa República e os fundamentos da República são também os do respeito pelos cultos individuais. Isso é fundamental. Não estamos no anticlericalismo; respeitamos os cultos. Não pedimos mais nada a não ser para aos sábados irmos às compras e aos domingos irmos à missa," disse.

"A Igreja faz-me falta"

JUSTIN TALLIS/AFP
Metade dos convidados para o batizado assistiram à cerimónia no exterior da igreja de ClerkenwellJUSTIN TALLIS/AFP

A falta de reuniões religiosas não é exclusiva dos católicis fraceses. A polícia britânica interrompeu este domingo realização de um batizado protestante no norte de Londres. Cerca de 30 fiéis preparavam-se para entrar na igreja. Metade tiveram de assistir à cerimónia no exterior.