Última hora
This content is not available in your region

Bruxelas anuncia acordo para comprar vacina da Moderna

euronews_icons_loading
Vacina
Vacina   -   Direitos de autor  Taimy Alvarez/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia aprova esta quarta-feira um novo contrato para assegurar uma vacina contra a Covid-19. Serão compradas até 160 milhões de doses produzidas pela farmacêutica norte-americana Moderna.

Os estados membros vão recebê-las ao mesmo tempo e de forma proporcional. A garantia foi dada hoje pela presidente da Comissão Europeia. Úrsula von der Leyen sublinhou que apesar das restrições, que abrandam a propagação do vírus, só uma vacina segura e eficaz pode garantir uma solução duradoura e sustentável para esta pandemia

Von der Leyen diz que a Europa está a "construir um dos mais mais vastos portefólios de vacinas contra a Covid-19" do mundo e destaca que neste campo não pensa apenas nos europeus. Por isso, defende uma distribuição acessível e equitativa das vacinas e lembra que a União Europeia angariou e prometeu 16 mil milhões de euros, desde maio, para testes de tratamentos, diagnósticos e vacinas em todo o mundo.

Há cerca de duas semanas, a Comissão Europeia anunciou que vai mobilizar 100 milhões de euros adicionais para o COVAX, o mecanismo que prevê um acesso equitativo a vacinas contra a covid-19 em países de baixo e médio rendimento.

Aquisição de vacinas

A presidente do executivo comunitário lembrou que este é já o sexto contrato celebrado pela Comissão Europeia com uma empresa farmacêutica para o seu portfolio de vacinas contra a covid-19 e, sem revelar pormenores, adiantou que já está a trabalhar “ainda em mais um”.

A Comissão Europeia já assinara contratos com a AstraZeneca (300 milhões de doses), a Sanofi-GSK (300 milhões), Johnson & Johnson (200 milhões), BioNTech e Pfizer (300 milhões), CureVac (405 milhões).