Última hora
This content is not available in your region

Angola regista 27 casos novos e cinco mortes

Centro de Diagnóstico Laboratorial de Viana, Luanda, Angola
Centro de Diagnóstico Laboratorial de Viana, Luanda, Angola   -   Direitos de autor  LUSA
Tamanho do texto Aa Aa

O secretário de Estado para a Saúde Publica de Angola anunciou hoje que foram confirmadas mais 27 infeções por covid-19, totalizando agora 16.188 os casos detetados no país, e mais cinco mortes.

Franco Mufinda adiantou que foram diagnosticados 20 casos em Luanda, três no Cunene, dois no Moxico, um no Huambo e igual número na província do Zaire, com idades entre 9 e 78 anos, dos quais 17 do sexo masculino e dez do sexo feminino.

Nas últimas 24 horas, foram registadas cinco mortes, duas no Moxico, duas no Namibe e uma na Lunda Sul, três do sexo masculino e dois do sexo feminino com 39, 46, 51, 52 e 56 anos de idade, dos quais quatro de nacionalidade angolana e um cidadão da Mauritânia

Foram dados como recuperados da doença provocada pelo novo coronavírus 57 pacientes.

O total de contágios detetados até agora ascende a 16.188 casos, as mortes por covid-19 somam 371, há 8.898 infetados recuperados e 6.919 ativos, incluindo seis críticos e sete graves.

Foram processadas 1.943 amostras num acumulado de 270.576 testes até à data.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.605.583 mortos resultantes de mais de 71,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 5.559 pessoas dos 348.744 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Em África, há 55.989 mortos confirmados em mais de 2,3 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Entre os países lusófonos, Angola regista 371 óbitos e 16.188 casos, seguindo-se Moçambique (142 mortos e 16.954 casos), Cabo Verde (110 mortos e 11.357 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.185 casos), Guiné-Bissau (44 mortos e 2.444 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.009 casos).