Última hora
This content is not available in your region

Donald Trump aprova pacote de estímulos depois de o ter recusado

euronews_icons_loading
Donald Trump
Donald Trump   -   Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Um suspiro de alívio para milhões de americanos. Donald Trump voltou atrás na decisão e assinou o pacote de estímulos económicos para fazer face à situação de pandemia nos Estados Unidos. O ainda Presidente tinha começado por devolver o documento ao Congresso, situação que deixou temporariamente milhões de pessoas sem ajudas para o desemprego.

Trump já tinha criticado o pacote de estímulos por considerar que 600 dólares de apoio não eram suficientes para os norte-americanos, apelidando mesmo o pacote de 900 mil milhões de dólares "uma desgraça".

Mesmo assim acabou por promulgar o projeto de lei, dizendo ser sua responsabilidade proteger as pessoas da crise económica. Pediu ainda ao Congresso que alterasse o valor de 600 para 2 000 dólares e cortasse os gastos supérfluos.

A recusa inicial de Trump tinha levado o presidente eleito, Joe Biden, a acusá-lo de "abdicar das suas responsabilidades" e mesmo os republicanos o avisaram que se insistisse, seria lembrado pelo caos e miséria que tinha infligido à população.

Com este volte-face, os subsídios ao desemprego que tinham sido suspensos foram repostos, quanto ao aumento no valor, ainda terá de ser discutido no Congresso.