Donald Trump aprova pacote de estímulos depois de o ter recusado

Donald Trump
Donald Trump Direitos de autor AP Photo
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Recusa inicial do ainda presidente dos EUA tinha deixado milhões de americanos sem medidas de apoio ao desemprego

PUBLICIDADE

Um suspiro de alívio para milhões de americanos. Donald Trump voltou atrás na decisão e assinou o pacote de estímulos económicos para fazer face à situação de pandemia nos Estados Unidos. O ainda Presidente tinha começado por devolver o documento ao Congresso, situação que deixou temporariamente milhões de pessoas sem ajudas para o desemprego.

Trump já tinha criticado o pacote de estímulos por considerar que 600 dólares de apoio não eram suficientes para os norte-americanos, apelidando mesmo o pacote de 900 mil milhões de dólares "uma desgraça".

Mesmo assim acabou por promulgar o projeto de lei, dizendo ser sua responsabilidade proteger as pessoas da crise económica. Pediu ainda ao Congresso que alterasse o valor de 600 para 2 000 dólares e cortasse os gastos supérfluos.

A recusa inicial de Trump tinha levado o presidente eleito, Joe Biden, a acusá-lo de "abdicar das suas responsabilidades" e mesmo os republicanos o avisaram que se insistisse, seria lembrado pelo caos e miséria que tinha infligido à população.

Com este volte-face, os subsídios ao desemprego que tinham sido suspensos foram repostos, quanto ao aumento no valor, ainda terá de ser discutido no Congresso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny

Juiz condena Trump a pagar 355 milhões de dólares por ter mentido sobre a sua fortuna