Última hora
This content is not available in your region

Erro sobre Covid-19 gera guerra política na Lombardia

euronews_icons_loading
Erro sobre Covid-19 gera guerra política na Lombardia
Direitos de autor  Luca Bruno/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A região italiana da Lombardia passou de zona vermelha a laranja, em termos de restrições ligadas à Covid-19, mas isso não acalma a ira do presidente da região, Attilio Fontana, contra o governo central. A agência pública italiana de saúde admitiu que a Lombardia tinha sido considerada zona vermelha devido a um erro nos cálculos estatísticos, um erro ao qual Fontana atribui grandes perdas económicas.

O presidente a região diz que "contestou estes cálculos desde que foram publicados, já que nunca erraram nos dados enviados, nem nunca tiveram de os corrigir".

A zona laranja implica o fecho de restaurantes e bares, restrições de movimento e um recolher obrigatório, mas as lojas podem ficar abertas, enquanto a zona vermelha implica um confinamento completo. A Lombardia foi a primeira região da Europa a ter um surto de Covid-19, em março do ano passado, e foi a região italiana mais castigada na primeira vaga, com milhares de mortos. A situação está agora melhor do que nessa altura.

A contestação acontece em plena crise política. O governo de Giuseppe Conte viu aprovada uma moção de confiança por uma margem mínima, depois do partido do antigo primeiro-ministro Matteo Renzi ter abandonado a coligação. A Liga, de Matteo Salvini, à qual pertence também Attilio Fontana, cobiça cada vez mais o governo e aumenta os ataques a Conte. A coligação formada pelo Partido Democrático e Movimento Cinco Estrelas é agora minoritária.