Governo italiano acusado de negligência

Governo italiano acusado de negligência
Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 500 familiares de italianos que morreram com covid-19 responsabilizam governo de Roma e pedem uma indemnização de 100 milhões de euros

PUBLICIDADE

Mais de 500 familiares de italianos que morreram em Bergamo com covid-19 estão a processar o governo por negligência. O surto mais mortal na Europa durante a primeira vaga da pandemia está na origem do processo. Os familiares das vítimas exigem um total de 100 milhões de euros de indemnização.

Consuelo Locati, uma das advogadas de acusação, sublinha que esta é uma situação inédita em Itália. “ Um grupo de 520 pessoas encontrou a coragem de processar as autoridades públicas, como o Ministério da Saúde, a Presidência do Conselho de Ministros e a Região da Lombardia, e responsabilizá-las pelos seus erros”, destaca a advogada.

A primeira audiência aconteceu esta quinta-feira no Tribunal Civil de Roma.

Para além de penalizar o governo, os familiares das vítimas querem que a memória não se perca, “num pais que está a recomeçar”.

A Lombardia foi uma das regiões do mundo mais afetadas pela primeira vaga da pandemia. Esta quinta-feira, os advogados de acusação apresentaram um dossier com mais de duas mil páginas com testemunhos e provas de "negligência sistémica" por parte das autoridades italianas, que alegadamente causou a morte de milhares de pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Erro sobre Covid-19 gera guerra política na Lombardia

Itália "fecha" Lombardia

Itália: 14 casos confirmados de coronavírus na Lombardia