Última hora
This content is not available in your region

Dinamarca avança com passaporte digital do coronavírus

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Dinamarca avança com passaporte digital do coronavírus
Direitos de autor  Nils Meilvang/NILS MEILVANG
Tamanho do texto Aa Aa

A Dinamarca poderá ser o primeiro país a ter um passaporte digital de vacinação contra o coronavírus.

A prova de vacinação estará disponível através da página web dos serviços de saúde pública dinamarqueses e de uma aplicação para smartphone.

A solução já é usada atualmente para informar a população acerca dos resultados dos testes à Covid-19.

Morten Bodskov, Ministro da Fiscalidade da Dinamarca:"A colaboração entre o governo, a indústria e a câmara do comércio da Dinamarca para desenvolver uma solução tecnológica para o novo passaporte digital do coronavírus demorará três a quatro meses e, depois, estará pronta para que comecemos a introduzi-la gradualmente na sociedade dinamarquesa."

A vizinha Suécia também pretende introduzir um certificado digital que ateste a vacinação contra a Covid-19 até ao verão.

Tanto no território sueco, como na Dinamarca, uma das grandes preocupações é os negócios transfronteiriços.

Per Bergfors Nyberg, euronews:"É posto um grande foco nos viajantes de negócios. Na Dinamarca, 94.000 pessoas já receberam a segunda dose da vacina, mas para já ainda há muitos homens de negócios fora desse número e que demorarão algum tempo até serem eligíveis para receber também a vacina."

O conceito do passaporte digital do coronavírus divide, no entanto, a população e não é completamente consensual na própria esfera europeia, apesar dos membros do Conselho Europeu terem concordado em trabalhar numa prova de vacinação uniformizada e interoperacional com objetivos médicos.