Última hora
This content is not available in your region

Áustria reforça combate à variante sul-africana do novo coronavírus

euronews_icons_loading
Áustria reforça combate à variante sul-africana do novo coronavírus
Direitos de autor  Ronald Zak/AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades austríacas reforçaram os controlos fronteiriços para combater o avanço preocupante da variante sul-africana do novo coronavírus no país.

Ninguém entra por terra no território sem apresentar um teste à Covid-19 com resultado negativo. Quem tem autorização para avançar vê o nome entrar obrigatoriamente para uma lista de controlo.

Na fronteira de Klingenbach, com a vizinha Hungria, os automobilistas desesperam entre filas a perder de vista e sob o frio.

"Estamos a controlar três faixas de veículos ao mesmo tempo e assim conseguimos reduzir, de certa forma, o tamanho das filas", sublinhou, em entrevista à Euronews, Heinz Weidenreich, inspetor da polícia.

No olho do furacão, a região montanhosa do Tirol faz manchetes pelos piores motivos. Com 293 casos confirmados, tem uma forte incidência da perigosa variante sul-africana do novo coronavírus.

A partir de sexta-feira e durante dez dias, os adultos têm de apresentar um teste negativo, com menos de 48 horas, para poderem sair da região.

"O surto da variante sul-africana no Tirol é o maior atualmente conhecido na União Europeia e deve ser combatido, no Tirol ou caso se propague mais além, em toda a Áustria", referiu, em conferência de imprensa, Sebastian Kurz.

O chancheler austríaco tem motivos de preocupação a dobrar. Até porque a vacina da AstraZeneca é considerada menos eficaz para combater a variante sul-africana do novo coronavírus.

O Governo permitiu recentemente a reabertura de escolas e empresas depois de um confinamento apertado.

Johannes Pleschberger, Euronews - Com uma das maiores operações policiais dos últimos anos, a Áustria pretende, pelo menos, travar o avanço da variante sul-africana da Covid-19 através das fronteiras do país. Talvez seja tarde para combater por completo a propagação até porque recentemente vários casos da variante foram descobertos em outra parte do país.