This content is not available in your region

Moscovo e Paris enterram soldados da "Campanha da Rússia"

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
euronews_icons_loading
Moscovo e Paris enterram soldados da "Campanha da Rússia"
Direitos de autor  DIMITAR DILKOFF/AFP or licensors

Os restos mortais de mais de cem soldados russos e franceses que morreram durante a Invasão francesa da Rússia foram sepultados, este sábado, na cidade de Vyazma.

Os restos mortais foram encontrados em 2019, nesta cidade a 200 km de Moscovo, onde foi travada uma das batalhas mais sangrentas da “Campanha Russa”.

No inicio, os investigadores pensaram que se tratava de uma vala comum da Segunda Guerra Mundial, mas a pesquisa da Academia de Ciências Russa mostrou que os restos mortais eram de vítimas da campanha de Napoleão.

Os 126 restos mortais, distribuídos em oito caixões e cobertos com as bandeiras dos dois países, foram enterrados ao som de uma saudação de canhão e na presença de cerca de cem figurantes vestidos com roupas de época e dos descendentes de grandes chefes militares russos e franceses.

A cerimónia deste sábado acontece na altura em que a França assinala os duzentos anos da morte de Napoleão Bonaparte.