Última hora
This content is not available in your region

Hospital móvel garante cuidados de saúde em locais isolados de Espanha

euronews_icons_loading
Hospital móvel garante cuidados de saúde em locais isolados de Espanha
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Na região rural de Baztan, em Espanha, perto da fronteira francesa, é possível ter acesso a cuidados de saúde graças um hospital móvel.

A aldeia de Oronoz-Mugaire tem cerca de 500 habitantes. O hospital mais próximo fica a uma hora de carro. No início de fevereiro, um camião francês chegou à praça da aldeia com o primeiro hospital móvel transfronteiriço da Europa.

A estrutura faz parte de um projeto europeu transfronteiriço que visa promover um acesso igualitário a tratamentos médicos em situações de emergência.

Projeto europeu reúne Espanha e França

O projeto europeu Egalurg tem um orçamento total de 2,3 milhões de euros. Desse montante, cerca de 1,5 milhões provêm da Política de Coesão Europeia. Atualmente, o hospital móvel ocupa-se da vacinanação da Covid 19.

"Nunca tínhamos ouvido falar de um recurso deste tipo. Estamos muito felizes, porque estamos a viver uma etapa histórica. É muito gratificante vir às aldeias vacinar os grupos mais vulneráveis porque é o início do fim desta situação. Estamos mais perto da normalidade", disse à euronews, Carmen Lacalle Valencia, uma das enfermeiras da equipa de vacinação.

As pessoas vulneráveis e os cuidadores integram a lista de pessoas prioritárias.

"A imensa maioria das pessoas estava à espera da vacina. Tanto as pessoas vulneráveis como os familiares que tomam contam delas estão ansiosos porque têm medo de contaminar as pessoas frágeis sem saberem, porque podem ser assimtomáticos e e têm receio que o parente morra por causa deles”, afirmou Inaki Marcos Zamora, médico do centro de saúde da localidade espagnola.

Um hospital móvel autónomo e versátil

O hospital móvel funciona em total autonomia a nível energético. "Esta carrinha está equipada com respiradores, monitores, e até aparelhos de ecografia, que agora não estão a ser usados no âmbito da vacinação. Mas este espaço pode ser transformado numa unidade de urgência. E dependendo do desastre, pode acolher até 18 pacientes”, disse à euronews Diego Reyero Díez, responsável de transporte médico de emergência.

A principal característica do hospital móvel é a versatilidade. A estrutura tem sido usada em França, em Bayonne e na Haute Garonne, para aliviar as urgências hospitalares ou para realizar a despistagem do vírus da Covid 19.