EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Pentágono concede ajuda militar à Ucrânia contra a "agressão russa"

Pentágono concede ajuda militar à Ucrânia contra a "agressão russa"
Direitos de autor GENYA SAVILOV/AFP or licensors
Direitos de autor GENYA SAVILOV/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Pentágono anunciou um pacote de ajuda militar de 125 milhões de dólares para a Ucrânia, que inclui treino militar, equipamento e consultoria para, segundo os Estados Unidos, ajudar Kiev a preservar a integridade territorial do país, proteger as suas fronteiras e melhorar a articulação com a NATO.

PUBLICIDADE

O Pentágono anunciou um pacote de ajuda militar de 125 milhões de dólares para a Ucrânia contra o que designa como a "agressão russa", que inclui treino militar, equipamento e consultoria para, segundo os Estados Unidos, ajudar Kiev a preservar a integridade territorial do país, proteger as suas fronteiras e melhorar a articulação com a NATO.

"Esta ação reafirma o compromisso dos Estados Unidos em fornecer armas letais defensivas para permitir que a Ucrânia se defenda de forma mais eficaz contra a agressão russa. Obviamente, continuamos a incentivar a Ucrânia a continuar a implementar reformas para modernizar o setor de defesa em linha com os princípios e padrões da NATO", salientou John Kirby, porta-voz do Pentágono.

O pacote de ajuda inclui dois barcos-patrulha Mark VI, radares contra-artilharia e equipamento tático. Está também previsto um apoio contínuo no que respeita a imagens de satélite e à capacidade de analisá-las.

Com a chegada de Joe Biden à Casa Branca, Washington promete fazer da Ucrânia uma das suas prioridades em termos de política externa, o que promete aumentar a tensão com a Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protesto nacionalista em frente à presidência da Ucrânia

Ataque russo com mísseis faz seis mortos em subúrbio de Kharkiv

Civis eslovacos já doaram mais de 4 milhões de euros à Ucrânia para aquisição de munições