Última hora
This content is not available in your region

Bancos financiaram combustíveis fósseis em 3,8 biliões de dólares

euronews_icons_loading
Bancos financiaram combustíveis fósseis em 3,8 biliões de dólares
Direitos de autor  Ted Shaffrey/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Os 60 maiores bancos do mundo estão a financiar as empresas de combustíveis fósseis. A conclusão é retirada do mais recente relatório de uma coligação de organizações ambientalistas, através do projeto Banking on Climate Chaos, que vai mais longe e afirma que, depois da assinatura do acordo climático de Paris, em 2015, este financiamento chegou já aos 3,8 biliões de dólares.

Apesar da pandemia de covid-19, a tendência do financiamento a nível global é crescente, tendo mesmo, ultrapassado em 2020, os valores atingidos em 2016 e 2017.

Dos bancos analisados, 13 têm sede nos Estados Unidos e no Canadá e são responsáveis por metade do financiamento concedido, entre 2016 e 2020, a projetos ligados à exploração de petróleo, gás e carvão.

As metas climáticas acordadas entre os países obrigam a que parte das reservas destes combustíveis mais poluentes permaneçam no solo.

Os ambientalistas deixam agora o alerta, financiar novas reservas é "exatamente o oposto" do necessário fazer para cumprir o acordo de Paris e manter o aquecimento global abaixo dos 2 graus Celsius.