This content is not available in your region

Regresso da ISS em segurança

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AFP, AP
euronews_icons_loading
Regresso da ISS em segurança
Direitos de autor  Bill Ingalls / NASA vía AP

A Soyuz MS-17 aterrou, em segurança, às primeiras horas deste sábado, no Cazaquistão. A cápsula russa transportava dois cosmonautas russos e uma astronauta dos EUA que trabalha para a NASA. Uma viagem de pouco mais de três horas desde a Estação Espacial Internacional.

As imagens da chegada foram transmitidas, em direto, pela agência espacial russa, Roscosmos.

De acordo com os primeiros testes realizados aos tripulantes estão, os três, em perfeitas condições de saúde.

Estes agora ex-membros da tripulação da ISS, Sergey Roizhikov, Sergey Kud-Sverchkov e Kathleen Rubins, passaram seis meses na referida plataforma. Nesse período realizaram cerca de 50 experiências científicas. Em novembro de 2020 os cosmonautas russos realizaram um passeio espacial que durou sete horas.

Na ISS permanecem dois cosmonautas russos, Oleg Novitski e Pyotr Dubnov; quatro astronautas americanos, Mark Vande Hei, Shannon Walker, Michael Hopkins, Victor Glover e um outro da agência espacial japonesa, JAXA Soichi Noguchi.

A Estação Espacial Internacional, um projeto de mais de 150 mil milhões de dólares,que envolve 15 nações, consiste atualmente em 15 módulos permanentes. Orbita a Terra a uma distância de 400 quilómetros e circula a uma velocidade de mais de 27.000 quilómetros por hora.

Outras fontes • Roscosmos