Última hora
This content is not available in your region

Memorial em Washington dedicado às vítimas das armas de fogo

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Memorial - EUA
Memorial - EUA   -   Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Objetos que pertenceram a pessoas... A crianças ou adultos que morreram vítimas de armas de fogo. São objetos expostos num novo memorial em Washington que presta homenagem às 43 mil pessoas que morrem todos os anos, nos Estados Unidos apanhadas em tiroteios intencionais ou acidentais.

A violência armada é uma questão sublinhada pelo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que pretende instaurar restrições.

Ter os nomes e as datas da morte destas pessoas é muito importante porque mostra realmente que não se trata apenas de uma estatística que se ouve nas notícias e que pensamos que não nos afeta. Na verdade, afeta-nos a todos. E personaliza estas vítimas de uma forma poderosa para que as pessoas possam compreender.
Caitlin Bristol
National Building Museum

Como seria um mundo sem armas? A pergunta é colocada numa sala com cadeiras à volta de uma mesa.

Um debate altamente sensível que ressurgiu nos Estados Unidos, depois dos recentes tiroteios na Geórgia e no Colorado. Entre as medidas anunciadas por Joe Biden está também a luta contra as armas fabricadas de forma caseira.

O Memorial pretende celebrar e honrar as histórias individuais. Depois dos tiros faz-se o tributo aos objetos.