EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Diplomacia europeia avalia tensões com a Rússia

Diplomacia europeia avalia tensões com a Rússia
Direitos de autor Francois Walschaerts/AP
Direitos de autor Francois Walschaerts/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia estão reunidos, esta segunda-feira, para avaliarem as tensões entre a Rússia e a UE

PUBLICIDADE

Tensão crescente entre Moscovo e Bruxelas. Esta segunda-feira, os 27 ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia realizam uma reunião em que o tema central será a Rússia.

Antes da reunião, o Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, criticou a tensão entre Moscovo e Praga, bem como a recente acumulação de tropas russas nas fronteiras da Ucrânia.

"É uma situação muito perigosa e apelamos à Rússia para que retire as suas tropas da fronteira ucraniana. Convidámos o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Sr. Dmytro Kuleba, que explicará aos nossos colegas, membros do conselho, qual é a situação no país. Tudo o que sei é que a relação com a Rússia não está a melhorar e, pelo contrário, a tensão está a aumentar, em diferentes formatos", afirmou.

Borrell atribuiu também à Rússia a responsabilidade pela deterioração do estado de saúde do crítico do Kremlin, Alexei Navalny. A Rússia anunciou já esta segunda-feira a transferência de Navalny para o hospital.

No domingo, a UE pediu que lhe fosse concedido o "acesso imediato aos profissionais médicos em quem ele confia".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Não há tréguas em Gaza porque "Netanyahu quer prolongar a guerra", afirma ministro dos Negócios Estrangeiros palestiniano

Biden insinuou que o tio foi comido por canibais na Papua-Nova Guiné - e o país não gostou

Embaixador da Autoridade Nacional Palestiniana em Espanha: "É possível que já estejamos a viver uma guerra mundial"