Última hora
This content is not available in your region

Cidadãos europeus enfrentam ambiente hostil no Reino Unido

euronews_icons_loading
Cidadãos europeus enfrentam ambiente hostil no Reino Unido
Direitos de autor  DANIEL LEAL-OLIVAS/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A relação pós-Brexit entre a União Europeia e o Reino Unido continua deteriorar-se.

Em causa está a nova política britânica de emigração que já levou à detenção de cidadãos europeus que se deslocam ao Reino Unido para, entre outras coisas, entrevistas de emprego.

Mais de 630 cidadãos europeus foram detidos desde o início do ano ao abrigo das novas regras de emigração.

Muitos foram enviados para centros de detenção à entrada no Reino Unido nos primeiros três meses deste ano, segundo dados avançados pelo ministério britânico do interior.

"Estamos perante uma nova política que não se aplica apenas a cidadãos europeus. Chama-se ambiente hostil. Isto afetou muitos migrantes de muitos países durante muitos, muitos anos. E devido ao brexit os cidadãos europeus foram apanhados nessa situação. Este ambiente hostil aplica-se a muitos e também a todos quantos desejam entrar no Reino Unido", afirma a professora Tanja Bueltmann, perita em História das Migrações e Diáspora na Universidade Strathclyde, na Escócia.

Ao mesmo tempo, o Reino Unido tem necessidade de profissionais europeus em várias indústrias.

Em alguns casos, turistas e cidadãos europeus que visitam familiares foram igualmente afetados.

"Algumas indústrias em particular estão preocupadas e isso já dura há algum tempo, levantam-se questões agora que os turistas também foram apanhados nesta situação, muitas pessoas dizem que isto não é apropriado. Essencialmente eles estão a exagerar em muitos aspetos, e os guardas fronteiriços e o ministério do Interior também", conclui a académica.

O vice-presidente da comissão europeia, encarregado de gerir a relação União Europeia / Reino Unido, Maros Sefcovic, apelou a Londres no sentido de parar com o que descreveu como as "ações unilaterais, ficar calmo e concentrar-se no futuro".

Numa entrevista publicada no domingo, o comissário adiantou que notícias surgidas na imprensa relativas à detenção de cidadãos europeus detidos porque querem visitar o Reino Unido não contribuem para o alívio das tensões.

Cidadãos europeus no Reino Unido apelaram à comissão para explorar todas as vias diplomáticas para resolver esta questão.