EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

França regista menos 41% de armas exportadas

França regista menos 41% de armas exportadas
Direitos de autor Francois Mori/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Francois Mori/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mesmo assim, de acordo com o Instituto de Estocolmo para a Paz, o Paz registou 46% de aumento na exportação de armamento, em especial com a venda de aviões de caça Rafale.

PUBLICIDADE

A exportação de armas francesas caiu mais de 40% em 2020. Num relatório do ministério das Forças Armadas, entregue ao Parlamento francês, é referido que a pandemia de Covid-19, associada à inexistência de avultados contratos de armamento, contribuiu para a acentuada queda das encomendas em relação ao ano anterior.

De acordo com o documento, o valor das exportações caiu de 8,3 mil milhões de euros em 2019 para 4,9 mil milhões de euros em 2020. No entanto, de acordo com o Instituto Internacional de Estocolmo de Estudos para a Paz, nos últimos quatro anos, houve um aumento de 46% nas exportações de armas francesas.

O lucrativo negócio das armas que beneficia com guerra e destruição é visto com desconfiança pela opinião pública. Uma sondagem realizada pela Harris Interactive para a Amnistia Internacional, concluiu que 78% dos franceses questionados, consideram existir falta de transparência na exportação de armas.

De uma forma global, entre 2016 e 2020, a França ocupa a terceira posição do pódio de quem vende mais armas, depois dos Estados Unidos em primeiro lugar e da Rússia no segundo lugar. O Brasil está classificado na vigésima posição, Portugal na vigésima quinta.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente dos EUA pede legislação sobre armas de fogo

As novas armas da Coreia do Norte em desfile

Putin pode mudar a doutrina de armas nucleares da Rússia