This content is not available in your region

China afetada pelas chuvas mais fortes do milénio

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AP
euronews_icons_loading
China afetada pelas chuvas mais fortes do milénio
Direitos de autor  AP/Chinatopix

Dizem os meteorologistas que chuvas como as que assolaram a China nos últimos três dias, "só uma vez em mil anos".

As fortes precipitações no país fizeram pelo menos 33 mortos, entre eles 14 homens que trabalhavam na construção de uma estação de metro em Zhengzhou quando uma inundação os encurralou.

Na capital da província central de Henan, uma cidade com 12 milhões de pessoa, a cerca de 650 quilómetros a sudoeste de Pequim, as torrentes de água e lama tornaram ruas em rios.

Sem estadas, transportes, água, ou energia, o acesso a quem precisa de ajuda é em muitos casos difícil.

Em toda a província de Henan, mais de de 3 milhões de pessoas foram afetadas pelas inundações e dezenas de milhares estão em abrigos de emergência. De acordo com o canal de televisão chinês CCTV, estima-se que as perdas económicas ultrapasse os 160 milhões de euros.

Esta quinta-feira as condições meteorológicas foram já mais favoráveis, mas parte da cidade permanece submersa e oito pessoas continuam desaparecidas.