Última hora
This content is not available in your region

Vulcão ativo em La Palma obriga a deslocar 5 mil pessoas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Vulcão ativo em La Palma obriga a deslocar 5 mil pessoas
Direitos de autor  Jonathan Rodriguez/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Residentes e turistas da ilha espanhola de La Palma, nas Canárias, assistiram este domingo ao início da erupção do vulcão Cumbre Vieja.

A montanha expele lava que flui em direção às casas de aldeias do sul da ilha. Cinco mil pessoas foram já deslocadas para abrigos improvisados, foi criada uma zona de exclusão e o IPMA, em Portugal, alerta que as cinzas podem chegar à ilha da Madeira.

A lava começou por ameaçar as povoações Jedey e El Paraíso, no município de El Paso, mas às 17 horas locais de domingo foi emitido um alerta vermelho para os municípios de Tazacorte, El Paso, Fuencaliente, Mazo e Los Llanos de Aridane, uma área com cerca de 35 mil residentes.

Nestes municípios, as escolas estarão encerradas esta segunda-feira

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, alterou a agenda; em vez de voar para Nova Iorque no domingo, como estava previsto, foi a La Palma para conversações com o governo das ilhas sobre a gestão desta emergência e garantiu: "Tudo está a correr de acordo com o planeado e, portanto, o mais importante é garantir a segurança dos cidadãos de La Palma que podem ser afetados pela erupção. "

A ilha estava em alerta para uma possível erupção desde o dia 11 de setembro, tendo registado até 1.000 terramotos só nos últimos cinco dias.

Segundo os sismólogos, a situação evoluiu com muita rapidez. Após a primeira explosão, o magma provocou duas fissuras eruptivas - duas bocas de onde saía lava - mas, poucas horas depois, já eram sete.

Os sismólogos espanhóis dizem que o vulcão poderá permanecer ativo durante meses.

Para já, os voos de e para as Canárias não estão a ser afetados.