Última hora
This content is not available in your region

Barco com 686 migrantes a bordo atraca em Lampedusa

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Barco cheio de migrantes atraca em Lampedusa
Barco cheio de migrantes atraca em Lampedusa   -   Direitos de autor  Screenshot from AP video
Tamanho do texto Aa Aa

Um barco com 686 pessoas a bordo chegou a bom porto na noite de segunda-feira e desembarcou em Lampedusa depois de ter sido intercetado e escoltado pela guarda costeira italiana. Os passageiros, provenientes sobretudo do norte de África, foram transferidos para o centro de acolhimento da ilha italiana, que tem capacidade para 250 pessoas mas onde se encontra atualmente mais de um milhar.

O desembarque veio reforçar a tendência de crescimento no número de migrantes que desembarcam em Itália. De acordo com dados do Ministério do Interior, até 27 de setembro chegaram ao país mais de 44 mil pessoas, praticamente o dobro do registado no período homólogo do ano passado e mais de seis vezes o verificado em 2019.

euronews
Chegada de migrantes a Itáliaeuronews

Itália é o país do Mediterrâneo que mais tem sofrido com o problema e Lampedusa está no coração das rotas migratórias usadas pelos traficantes. A ilha italiana irá homenagear esta semana as 368 pessoas que perderam a vida no naufrágio de 3 de outubro de 2013 com uma iniciativa que se estende a 20 países, sob o lema "Estamos todos no mesmo barco".

Estima-se que mais de 22 mil pessoas tenham perdido a vida no Mediterrâneo a tentar chegar à Europa desde 2014.