Última hora
This content is not available in your region

Lava do vulcão de La Palma chega ao mar

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro com Agências
euronews_icons_loading
Elementos da Unidade espanhola de Emergência Militar fazem a leitura de gases tóxicos perto do rio de lava na ilha de La Palma, no arquipélago das Canárias
Elementos da Unidade espanhola de Emergência Militar fazem a leitura de gases tóxicos perto do rio de lava na ilha de La Palma, no arquipélago das Canárias   -   Direitos de autor  Luismi Ortiz/AP
Tamanho do texto Aa Aa

9 dias para descer a encosta até ao mar. A lava do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, chegou à Praia Nova, na costa de Tazacorte, esta terça-feira à noite. De acordo com o Instituto Espanhol de Oceanografia, o depósito de lava no mar atingiu em poucas horas uma altura de 50 metros.

Este encontro entre o magma, a mais de 1000 graus Celsius, e água do Atlântico, entre os 20 e 25 graus, foi particularmente temido devido à produção de gases tóxicos e partículas nocivas.

O governo regional do arquipélago decretou um "raio de exclusão de 2 milhas náuticas" e desde segunda-feira que a população residente no sul da ilha foi aconselhada a um confinamento dentro de casa, para prevenir intoxicações.

As autoridades garantem estar vigilantes sobre a possibilidade da nuvem de fumo migrar contaminar o perímetro fora da zona de exclusão.

As contas da destruição aumentaram nas últimas horas. A lava do vulcão da Cumbre Vieja destruiu várias plantações de bananeiras. Pelo menos 740 edifícios foram engolidos pela lava.

Foi o estado de catástrofe natural. O governo ter libertado 10,5 milhões de euros para ajuda directa às vítimas da erupção vulcânica. Um apoio que a compra de casas para quer perdeu a residência. Cerca de 6 mil pessoas foram desalojadas desde as primeiras erupções, a 19 de setembro.