Última hora
This content is not available in your region

Negociações de acordo de livre comércio entre Austrália e UE adiadas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Negociações de acordo de livre comércio entre Austrália e UE adiadas
Direitos de autor  European Parliament
Tamanho do texto Aa Aa

À falta de uma data, as negociações para um acordo de livre comércio entre a União Europeia (UE) e a Austrália continuarão adiadas.

O ministro australiano do Comércio visitou Bruxelas para procurar um rumo depois da polémica decisão de Camberra de cancelar um contrato de compra de submarinos franceses.

Em entrevista à Euronews, Dan Tehan revelou que os submarinos nucleares oferecidos pelos EUA e Reino Unido se revelaram mais adequados às ambições australianas.

"Compreendemos a deceção de França com esta decisão. Queremos sentar-nos, trabalhar e certificar-nos que compreendem o motivo pelo qual tomámos a decisão. Continuaremos a ter essas discussões e queremos explicar as nossas razões. O Indo-Pacífico mudou muito em relação ao período em iniciámos o contrato de compra dos submarinos franceses", acrescentou.

A União Europeia tomou as dores de França depois de a Austrália afundar o contrato orçado em 34 mil milhões de euros.

Entretanto, houve um alívio das tensões e Bruxelas mostrou-se disposta a reabrir o diálogo sobre livre comércio. Mas a confiança foi afetada.

"A confiança é, obviamente, a moeda necessária para um acordo comercial e, na verdade, perdemos muita confiança por causa do escândalo AUKUS e do acordo dos submarinos com os EUA. Por isso, penso que também adiámos o processo de negociação. E, por exemplo, a questão das normas de proteção ao consumidor, a questão dos direitos laborais, as normas ambientais, as obrigações relacionadas às mudanças climáticas são realmente baseadas na confiança", lembrou o eurodeputado socialista alemão, Bernd Lange, que preside a comissão de Comércio Internacional do Parlamento Europeu.

Outras matérias, como as normas agrícolas, os direitos dos animais ou a indústria vinícola também são pontos importantes a resolver para um acordo de livre comércio entre a UE e a Austrália.