This content is not available in your region

Matteo Salvini começou a ser julgado por sequestro de pessoas

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Matteo Salvini começou a ser julgado por sequestro de pessoas
Direitos de autor  Gregorio Borgia/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

O ex-ministro do Interior italiano e o líder da Liga Matteo Salvini começou a ser julgado, este sábado, em Palermo. É acusado do sequestro de pessoas, por ter bloqueado o desembarque, em agosto de 2019, de migrantes que estavam a bordo do navio humanitário "Open Arms".

Salvini disse que "defender as fronteiras, a segurança, a honra e a dignidade de um país é o dever, não só de um ministro, mas de todos, conforme está escrito na Constituição" e que ser julgado porque cumpriu o seu dever "é surreal". O antigo ministro questionou ainda a seriedade do julgamento pelo facto de uma das testemunhas ser o ator Richard Gere .

Salvini acusou as ONGs que resgatam migrantes no Mediterrâneo, de não se moverem por humanidade, mas por interesses económicos.

O fundador e diretor da Proactiva Open Arms lembra que “resgatar pessoas no mar não é crime, que é uma obrigação não só dos capitães, mas de todos os estados”.

Os advogados de Salvini contestam a acusação de sequestro, dizendo que o navio não foi obrigado a ir para Itália e que podia ter ido para Espanha, Malta, Tunísia ou outro país qualquer.