EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Conferência episcopal reflete sobre pedofilia em França

Conferência episcopal reflete sobre pedofilia em França
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Lourdes, 120 bispos franceses vão analisar o relatório que denunciou abusos sexuais em instituições da Igreja Católica a 330 mil crianças.

PUBLICIDADE

A cidade de Lourdes recebe a partir desta quarta-feira a conferência anual dos bispos católicos franceses. Ao longo de uma semana, os 120 prelados no local vão dedicar parte dos trabalhos à luta conta o abuso sexual de menores, depois de há um mês um relatório de uma comissão independente ter denunciado cerca de 330 mil crianças alvo de pedofilia em instituições da Igreja Católica no país.

Além da reflexão sobre a responsabilidade da Igreja, a dominar o encontro está também a questão da indemnização das vítimas

"Creio que não há nenhuma questão tabu. Esta questão da compensação, que é uma questão de justiça, será abordada, sabendo que devemos pensar nas vítimas para as quais existe uma prescrição, e por isso não terão, precisamente, justiça penal, uma vez que os casos são prescritos. Como pode a Igreja trabalhar para reconhecer estas pessoas e para lhes fazer justiça?", questionou o Presidente do Conselho para a Prevenção e Luta contra a Pedofilia, monsenhor Luc Crepy.

O secretário-geral da Conferência Episcopal de França, o padre Hugues de Woillemont, acrescentou que "os bispos começaram a pagar dinheiro, nós queríamos que fossem os primeiros a pagar. Talvez, nas próximas semanas, penso que seremos mais capazes de dar os números, [mas] ronda as centenas de milhares de euros".

A complementar uma análise ao relatório, os bispos vão também receber algumas vítimas de abusos sexuais, que mais do que palavras, esperam que os eclesiáticos passem à ação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa Francisco sente "imensa dor" pela pedofilia na Igreja

330 mil crianças foram vítimas de pedofilia na Igreja Católica francesa

"Depois do silêncio". Como a Irlanda se reergue dos escândalos de pedofilia