EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

330 mil crianças foram vítimas de pedofilia na Igreja Católica francesa

Celebrações da Páscoa de 2021 em Paris
Celebrações da Páscoa de 2021 em Paris Direitos de autor Thibault Camus/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Thibault Camus/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O relatório publicado esta terça-feira denuncia ainda 3000 alegados criminosos, dos quais dois terços são padres.

PUBLICIDADE

Os números do relatório publicado esta terça-feira em França são impressionantes: mais de 330 mil crianças foram abusadas em instituições da Igreja Católica ao longo dos últimos 70 anos. As conclusões são de uma comissão independente que investigou o assunto durante dois anos e meio e produziu agora um relatório com 2500 páginas.

Diz o presidente da comissão, Jean-Marc Sauvé: "No total, os abusos de menores por parte de membros da Igreja Católica representam 4% de toda a violência sexual praticada em França, se contarmos apenas com os membros do clero, e 6% se incluirmos os leigos".

O documento identifica ainda 3000 criminosos, dos quais dois terços são padres. Se uma grande parte dos crimes está prescrita ou diz respeito a pessoas que já morreram, há 22 crimes referidos que podem ainda ser punidos e cujos detalhes foram encaminhados para a Justiça.

A comissão foi montada na sequência do escândalo dos abusos sexuais praticados pelo padre Bernard Preynat, em Lyon, que levou à demissão do arcebispo desta cidade, o Cardeal Philippe Barbarin.

François Devaux, uma das vítimas de Preynat, fundou a associação de apoio "Parole Libérée" (Palavra Libertada) e foi convidado a discursar na apresentação do relatório: "Os membros desta comissão estão a regressar do inferno. Exploraram os detalhes mais obscuros e mais sórdidos daquilo de que o homem é capaz. Desceram aos meandros mais viciosos, insuportáveis e nauseabundos", disse.

Os membros desta comissão estão a regressar do inferno. Exploraram os detalhes mais obscuros e mais sórdidos daquilo de que o homem é capaz.
François Devaux
Fundador da associação "Parole Libérée"

 Os membros da comissão dizem ter recebido, durante as investigações, 6500 telefonemas de alegadas vítimas ou pessoas que conheciam casos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Conferência episcopal reflete sobre pedofilia em França

Papa Francisco sente "imensa dor" pela pedofilia na Igreja

Milhares de húngaros manifestam-se para exigir reformas na proteção das crianças