EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Israel fecha fronteiras a estrangeiros

Israel fecha fronteiras a estrangeiros
Direitos de autor Peter Dejong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Peter Dejong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Nara Madeira com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Só cidadãos nacionais estão autorizados a entrar em Israel, autoridades tentam evitar propagação da nova estirpe do SARS-CoV-2.

PUBLICIDADE

Israel fechou fronteiras a cidadãos estrangeiros para tentar evitar a propagação da nova variante do SARS-CoV-2 no seu território. 

Para isso estão a usar uma tecnologia controversa que permite rastrear casos de contacto. Grupos de defesa dos direitos dos israelitas tinham dito que a utilização dessa tecnologia de monitorização de telemóveis é uma violação da privacidade e o Supremo Tribunal tinha decidido, no início deste ano, que a sua utilização fosse limitada.

No sábado, as autoridades tinham detetado a nova estirpe num viajante regressado do Malawi e estavam a investigar sete casos suspeitos, três deles de indivíduos vacinados.

A decisão de encerrar fronteiras levou muitos israelitas a anteciparem o regresso a casa, ainda queestejam obrigados a cumprirem um período de isolamento à chegada. 

Novas medidas no Reino Unido

O governo do Reino Unido vai impor novas medidas para combater a Omicron, incluindo testes PCR obrigatórios para todos os viajantes internacionais que cheguem ao país e a reintrodução da obrigatoriedade do uso de máscara. No país foram já detetados casos desta variante.

Sajid Javid, o ministro da Saúde britânico explicava que quando tomaram "conhecimento da Omicron e da potencial ameaça que representa", não hesitaram "em agir rapidamente, (...) de forma proporcional, porque a estratégia é ganhar tempo, dar tempo aos nossos cientistas para avaliarem esta variante, porque ainda há muita incerteza sobre questões significativas".

Casos confirmados em Amesterdão

Nos Países Baixos foram confirmados mais 13 casos da nova estirpe, pessoas que que chegaram da África do Sul na sexta-feira. Estavam entre as 61 pessoas que testaram positivo ao novo coronavírus. Na Austrália foram detetados dois, em Sydney.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Referendo à "lei Covid-19" na Suíça

África do Sul critica reação "draconiana" à ómicron

Variante Ómicron detetada em vários pontos da Europa