This content is not available in your region

Pfizer garante nova vacina em 31 dias

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
euronews_icons_loading
Pfizer garante nova vacina em 31 dias
Direitos de autor  AFP

A Pfizer pode desenvolver uma nova vacina para a Covid-19 em 31 dias. A farmacêutica está analisar a eficácia da substância face à nova variante do vírus, a ómicron, para determinar a necessidade de alguns ajustes.

Segundo Katalin Karikó, uma das criadoras da actual vacina, os testes devem estar concluídos em duas semanas. Em declaração à estação de televisão húngara ATV, a investigadora garante que, com o conhecimento adquirido, o prazo de produção de uma nova substância passa dos atuais 100 dias para o máximo de um mês.

A Pfizer pode desenvolver uma nova vacina em 31 dias em vez dos actuais 100 dias, se se verificar que a actual não é eficaz contra a nova variante, ómicron.
Katalin Karikó
Bioquímica, ATV

Desde que a ómicron foi identificada na semana passada, os principais fabricantes ocidentais de vacinas anti-covid-19, começaram a fazer testes.

A norte-americana Moderna, fabricante da vacina mais utilizada nos Estados Unidos contra a covid-19, classificou esta nova mutação do vírus como "preocupante. O diretor clínico da empresa admitiu à BBC que se tiverem de "criar uma vacina completamente nova", tal só vai acontecer "no início de 2022".