EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Pfizer garante nova vacina em 31 dias

Pfizer garante nova vacina em 31 dias
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Farmacêutica está a analisar eficácia da atual substância face à nova variante do coronavírus, a ómicron, e prepara-se para a necessidade de uma nova vacina

PUBLICIDADE

A Pfizer pode desenvolver uma nova vacina para a Covid-19 em 31 dias. A farmacêutica está analisar a eficácia da substância face à nova variante do vírus, a ómicron, para determinar a necessidade de alguns ajustes.

Segundo Katalin Karikó, uma das criadoras da actual vacina, os testes devem estar concluídos em duas semanas. Em declaração à estação de televisão húngara ATV, a investigadora garante que, com o conhecimento adquirido, o prazo de produção de uma nova substância passa dos atuais 100 dias para o máximo de um mês.

A Pfizer pode desenvolver uma nova vacina em 31 dias em vez dos actuais 100 dias, se se verificar que a actual não é eficaz contra a nova variante, ómicron.
Katalin Karikó
Bioquímica, ATV

Desde que a ómicron foi identificada na semana passada, os principais fabricantes ocidentais de vacinas anti-covid-19, começaram a fazer testes.

A norte-americana Moderna, fabricante da vacina mais utilizada nos Estados Unidos contra a covid-19, classificou esta nova mutação do vírus como "preocupante. O diretor clínico da empresa admitiu à BBC que se tiverem de "criar uma vacina completamente nova", tal só vai acontecer "no início de 2022".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pfizer garante que a terceira dose neutraliza a variante Ómicron

OMS reconhece riscos da Ómicron e pede acordo global contra pandemias

Variante Ómicron detetada em vários pontos da Europa