This content is not available in your region

Israel quer aumentar número de colonos nos Montes Golã

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Israel quer aumentar número de colonos nos Montes Golã
Direitos de autor  MENAHEM KAHANA/AFP

O Governo de Israel anunciou, este domingo, um plano para duplicar o número de colonos israelitas nos Montes Golã, conquistado à Síria em 1961 e anexado 20 anos depois.

O primeiro-ministro israelita, Naftali Bennett, sublinhou a importância do apoio dos Estados Unidos da América:

"O facto de a administração Trump o ter reconhecido, e o facto de a administração Biden ter esclarecido que não há qualquer mudança nesta política é também importante. Após dez anos de guerra civil horrível na Síria, qualquer pessoa sensata entende que é preferível ter uns Montes Golã israelitas pacíficos, florescentes e verdes do que qualquer outra alternativa".

O plano prevê adicionar um total de 23.000 residentes israelitas aos cerca de 25.000 que agora habitam os Montes Golã. Para isso, prevê a construção de 7300 unidades habitacionais nos próximos cinco anos, nos colonatos existentes, e a construção de dois novos colonatos, Assif e Matar, que poderão ter até 6000 habitações.

O projeto prevê, também, investimentos em infraestruturas, sistemas médicos, educacionais, além de ajudar a desenvolver a indústria e a agricultura.

O novo plano do Governo está orçado em cerca de 280 milhões de euros.