This content is not available in your region

Navalny apela a protestos contra a guerra

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com Reuters
Alexei Navalny em tribunal a 15 de fevereiro (arquivo)
Alexei Navalny em tribunal a 15 de fevereiro (arquivo)   -   Direitos de autor  ALEXANDER NEMENOV/AFP or licensors

Desde a prisão, o líder da oposição russa Alexei Navalny apelou a protestos contra a guerra na Ucrânia em Moscovo e noutras cidades, para este domingo.

"A forma mais rápida para deter o louco maníaco Putin será se o povo da Rússia se opuser agora à guerra", indicou numa mensagem publicada no Instagram.

Navalny acrescentou que "é preciso ir a comícios anti-guerra todos os fins-de-semana, mesmo que pareça que todos já saíram ou que estão assustados" e acrescentou que o povo russo "é a espinha dorsal do movimento contra a guerra e a morte".

A Rússia lançou a invasão a 24 de Fevereiro, classificando as operações como uma "operação especial" para desarmar e "desnazificar" a Ucrânia. 

A ONG russa OVD-Info contabilitou 13.908 detidos em manifestações na Rússia desde o início da guerra.

Apesar de estar na prisão, Navalny é capaz de publicar mensagens nos meios de comunicação social através dos seus advogados e aliados.