This content is not available in your region

Jornalista norte-americano morto na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
Renaud na cerimónia dos prémios Peabody em 2015
Renaud na cerimónia dos prémios Peabody em 2015   -   Direitos de autor  Charles Sykes/AP

O jornalista e realizador norte-americano Brent Renaud foi morto a tiro, segundo testemunhos, por militares russos num checkpoint nos arredores de Kiev, na Ucrânia. Renaud, jornalista premiado, trabalhou para o New York Times, mas não estava na Ucrânia em missão para o diário nova-iorquino. Era também autor de documentários e, quando foi morto, e estava em Irpin a recolher imagens de refugiados para um filme.

Segundo o colega que o acompanhava, Juan Arredondo, os dois homens estavam dentro de um carro quando as tropas abriram fogo. Renaud morreu com um tiro no pescoço e o corpo foi deixado na estrada.

A ONG Repórteres sem Fronteiras já pediu uma investigação para esclarecer as circunstâncias desta morte.

Arredondo foi igualmente baleado e transportado para um hospital na capital ucraniana. O motorista que transportava os dois jornalistas terá também ficado ferido.