This content is not available in your region

EUA pedem à ONU endurecimento de sanções contra a Coreia do Norte

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AP, AFP
euronews_icons_loading
EUA pedem à ONU endurecimento de sanções contra a Coreia do Norte
Direitos de autor  الوكالات

Os EUA querem sanções mais duras da ONU contra a Coreia do Norte. Uma tomada de posição anunciada depois de Pyongyang ter conduzido o maior teste, até à data, com um míssil balístico intercontinental e de Kim Jong Un garantir que vai expandir o poder "dissuasor" de uma "guerra nuclear".

Numa reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas a Embaixadora dos EUA explicava que o seu país irá propor uma resolução "para atualizar e reforçar" as sanções. Ficar em silêncio e esperar que a Coreia do Norte não continue, não é opção, é uma estratégia falhada", frisava Linda Thomas-Greenfield.

O conselho impôs sanções em 2006, após os primeiros testes nucleares, penalizações que foram sendo reforçadas ao longo dos anos. Mas no final do ano passado, e através de veto, China e Rússia exigiam o levantamento das mesmas.

Para Moscovo novas sanções prejudicariam o povo da Coreia do Norte. Pequim sugeria que os EUA não fizeram o suficiente acrescentando que é preciso "mostrar boa vontade" e "trabalhar mais para estabilizar a situação" e retomar o diálogo.

Entretanto, os EUA impuseram novas sanções contra cinco entidades e indivíduos na Rússia e na Coreia do Norte, ligadas ao programa nuclear norte-coreano.

O teste de quinta-feira foi a 12ª ronda de lançamentos da Coreia do Norte, este ano, e o mais provocador desde que o Presidente Joe Biden tomou posse.

Outras fontes • UNTV