This content is not available in your region

Protestos na Rússia contra invasão da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Protesto na Rússia contra a guerra na Ucrânia
Protesto na Rússia contra a guerra na Ucrânia   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Manifestantes detidos pela polícia é uma imagem que se tem vindo a repetir na Rússia desde a invasão da Ucrânia. Neste sábado, aproximadamente, vinte pessoas foram presas num parque perto do Krelim, em Moscovo.

Participavam num movimento de protesto contra a guerra na Ucrânia. Cada vez que saem às ruas manifestantes arriscam-se a a multas e a possíveis penas de prisão. No total, foram feitas mais de 200 detenções em manifestações em várias cidades da Rússia. Um número fornecido pela ONG, OVD-info, que contabiliza as detenções durante os protestos.

De acordo com a organização não governamental, mais de 15 mil pessoas foram detidas em todo o país desde o início do ataque russo em território ucraniano. No entanto, as opiniões dividem-se no país. A televisão pública da Rússia divulgou imagens de dezenas de manifestantes com bandeiras, numa demonstração de apoio aos soldados que participam no que a Rússia apelida como sendo uma: "operação militar especial" na Ucrânia. As mobilizações tiveram lugar em Moscovo, Vladimir e Kemerovo.