Primeiro surto de covid-19 registado na Coreia do Norte

Pyongyang admite surto de covid-19
Pyongyang admite surto de covid-19 Direitos de autor -/AFP or licensors
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pyongyang admite primeiros casos de covid-19 no país e ordena confinamento nacional

PUBLICIDADE

Dois anos e meio depois de ter sido detetado na China, e depois de ter dado a volta ao mundo, o SARS-CoV-2 foi identificado pela primeira vez na vizinha Coreia do Norte. Pyongyang declarou "estado de emergência" e ordenou um confinamento nacional depois de confirmar o primeiro surto de covid-19 no país, provocado pela altamente contagiosa variante Omicron BA2.

As autoridades norte-coreanas não precisaram o número de infetados e admitiram uma falha nas medidas de restrição em vigor, que mantém as fronteiras fechadas desde o início da pandemia.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, não foi administrada nenhuma vacina contra a covid-19 na Coreia do Norte e o país rejeitou cerca de 1,3 milhões de doses previstas no programa COVAX, que requer monitorização internacional.

Com a chegada da covid-19 à Coreia do Norte, e excetuando uns quantos micro estados insulares, o Turcomenistão é agora o único país sem nenhum caso registado da doença. Oficialmente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Leste da Europa mais afetado pela pandemia

Surto de Covid na Coreia do Norte preocupa comunidade científica

Coreia do Norte regista seis mortos por Covid-19