EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Leste da Europa mais afetado pela pandemia

Cemitério na Europa.
Cemitério na Europa. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Bulgária, por exemplo, apresenta uma taxa de mortalidade de 30%.

PUBLICIDADE

A taxa de mortalidade por Covid-19 apresenta diferenças acentuadas entre os Estados-Membros da União Europeia.

Tendo como ponto de comparação os primeiros dois anos da pandemia, os países que apresentam a taxa de mortalidade mais elevada são os do leste da Europa. A Bulgária, por exemplo, apresenta uma taxa de mortalidade de 30%. Já a Polónia, Eslováquia, Roménia e Chéquia fixam-se em taxas acima dos 20%, segundo dados do Eurostat.

Os países escandinavos, de que fazem parte a Dinamarca, Suécia e Finlândia, registaram as taxas de mortalidade mais baixas, que rondam os 7%. Por seu turno, Portugal apresenta uma taxa superior a 13%.

Estatísticas oficias dão conta de que, na União Europeia, mais de 1 milhão de pessoas já perdeu a vida devido à Covid-19. De acordo com o Eurostat, a esperança de vida à nascença caiu mais de 1 ponto percentual como resultado da pandemia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novos casos de Covid-19 a aumentar na China

Primeiro surto de covid-19 registado na Coreia do Norte

Europeus querem o fim da covid-19. Mas ela não chegou ao fim