This content is not available in your region

Infeções aumentam na Coreia do Norte

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Líder norte-coreano Kim Jong Un
Líder norte-coreano Kim Jong Un   -   Direitos de autor  -/MTI/MTVA

Autoridades na Coreia do Norte anunciaram este sábado terem identificado quase 220 mil novos casos de pessoas com sintomas febris. Trata-se do quinto dia consecutivo de aumento do número de infeções.

De acordo com as autoridades, 2,4 milhões de pessoas estariam doentes com o que o governo designa como febre não identificada. 

Apenas um número muito reduzido de casos é atribuído à Covid-19 em parte devido à falta de materiais de teste. Ainda segundo os números oficiais, apenas 66 teriam morrido em resultado dos sintomas febris.

Os peritos contudo questionam os números afirmando que a verdadeira escala de infeções deve ser muito mais elevada numa população estimada em 26 milhões e que não se encontra vacinada.

O sistema público de saúde da Coreia do Norte é considerado como um dos piores do mundo.

Durante um encontro do comité político, o presidente Kim Jong Un insistiu em como o surto atualmente em curso estaria a começar a ser controlado no país.