Coca-Cola argentina debaixo de fogo devido à reciclagem

Coca-Cola na mira dos protestos
Coca-Cola na mira dos protestos Direitos de autor Gene J. Puskar/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Empresa é acusada de estar a boicotar um projeto de lei que visa obrigar os fabricantes a reciclar as garrafas de plástico produzidas.

PUBLICIDADE

Dezenas de pessoas que vivem da recolha de lixo inundaram as imediações da sede da filial argentina da Coca-Cola, em Buenos Aires, com garrafas de plástico produzidas pela empresa. 

Acusam a Coca-cola de estar a boicotar um projeto de lei que obrigue as empresas que produzem garrafas de plástico de tratar da reciclagem e de ajudar esquemas de reciclagem privados que favorecem a precariedade do trabalho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Itália, Bélgica, Letônia: quais os países europeus que mais reciclam?

Cidade belga recolhe pontas de cigarros para lhes dar uma nova utilidade

Manifestação em Espanha a favor da energia nuclear