Tropas russas libertaram a paramédica ucraniana Yuliia Paievska

Paramédica ucraniana Yuliia Paievska
Paramédica ucraniana Yuliia Paievska Direitos de autor AP/Invictus Games Team Ukraine
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Tayra", capturada a 16 de março, está em casa anuncia Zelenskyy.

PUBLICIDADE

Depois de quase uma semana em cativeiro, as tropas russas libertaram a paramédica ucraniana Yuliia Paievska, conhecida como "Tayra". Ficou conhecida por gravar seu trabalho em Mariupol durante o cerco russo. O presidente da Ucrânia, deu a notícia

Zelenskyy disse que podia finalmente fazer o anúncio da libertação da paramédica ucraniana Yulia Payevska, do cativeiro. Dizendo-se grato a todos os que trabalharam para este resultado e que vão "continuar a trabalhar para libertar toda a gente".

A paramédica também publicou um vídeo agradecendo ao presidente, Volodymyr Zelenskyy, pela sua libertação e por organizar a troca. Dizendo que sempre acreditou e que todos que estão agora do outro lado sabem que tudo será resolvido", disse.

Para libertar Paievska, a Rússia e a Ucrânia realizaram uma troca de prisioneiros. Segundo os serviços de inteligência do Ministério da Defesa ucraniano, cinco cidadãos ucranianos capturados foram devolvidos à Ucrânia a 18 de junho em troca de outros cinco cidadãos russos capturados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dois mísseis russos atingem cidade no leste da Ucrânia fazendo pelo menos sete mortos

Rússia ataca portos na Ucrânia cruciais para exportação de cereais

Zelenskyy promete "surpresa desagradável" para a Rússia